fbpx

Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

Todo mundo conheçe alguma criança elétrica, inquieta e que realmente chama atenção no ambiente, e isto pode ser transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

A ABDA – Associação Brasileira de Déficit de Atenção, define o TDAH – Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade, como uma condição neuro biológica, de cunho genético, que aparece na infância e consequentemente pode acompanhar o indivíduo por toda sua vida. As características são sintomas de desatenção, impulsividade e inquietude. Muitas vezes pode ser chamado de DDA – Distúrbio de Déficit de Atenção.

A condição é reconhecida pela OMS – Organização Mundial de Saúde, e em alguns países a lei protege e acolhe os portadores. Da mesma forma, é reconhecidamente presente em 3 a 5% das crianças, em diferentes partes do mundo. Na maioria dos pacientes, ou seja, em mais da metade, o distúrbio acompanha o indivíduo por toda a vida. Obviamente os sintomas de inquietudes são mais brandos e muitos conseguem ter uma vida perfeitamente normal.

Como reconhecer os sintomas?

Desatenção:

É muito comum as crianças não conseguirem se concentrar e ficarem desatentas, com dificuldades para conclusão de tarefas, desde as mais simples até as mais complexas. A distração faz parte do contexto, fazendo com que a pessoa esqueça detalhes ou até as rotinas diárias. Deve-se sempre ficar atento ao comportamento da criança na escola e procurar informações que ajudam neste período.

Criança com hiperatividade - www.bigcerebro.com.br
A falta de atenção pode ser percebida em sala de aula, com dificuldade da criança em se concentrar e participar das atividades.

Hiperatividade- Impulsividade

Na apresentação predominantemente hiperativa e impulsiva a criança ou até o adulto se mexe muito e fala também demais. A criança não consegue ficar parada muito tempo por exemplo para fazer uma refeição ou a lição escolar.As crianças correm, pulam e ficam inquietas sempre. Já nos adultos podemos perceber além da inquietação a impulsividade, principalmente em falar e realizar atos, muitas vezes sem pensar nas consequências.

A hiperatividade pode ser percebida sobretudo em casa. A criança muito elétrica, inquieta e que não se concentra, pode precisar de uma avaliação especializada.

Uma pessoa impulsiva pode interromper muito outras pessoas falando ou agindo, inclusive pegando objetos sem permissão (não estamos falando de roubos) e também falar em momentos inapropriados. A criança ou o adulto com TDAH tem dificuldade em esperar sua vez. Isto obviamente trás consequências, pois a pessoa é mais propensa, por exemplo, a mais acidentes e se machucar mais.

Apresentação combinada

A criança ou o adulto pode apresentar ambas condições descritas acima, sendo que pode durante o decorrer do tempo prevalecer uma ou outra, dependendo da situação e da idade do indivíduo.

Sinais e sintomas:

Ainda que as crianças tenham dificuldades para se concentrar, e se comportar vez ou outra, as crianças com TDAH crescem também com outros sinais e sintomas

  • Sonhar muito e também distúrbios variados de sono
  • Problemas para se atividades de revezamento e compartilhamento. Percebe-se dificuldade em esperar sua hora ou sua vez.
  • Esquecer ou perder muito as coisas
  • Inquietação. As vezes a criança pode até se contorcer e agitar-se de forma
  • Dificuldade em resistir à tentação. Dificuldade em se conter.
  • Falar muito, de forma descontrolada às vezes.
  • Erros e descuidos e com isso, riscos desnecessários
  • Dificuldade em se relacionar e se dar bem com outras pessoas ou crianças.

Causas da TDAH:

Ainda não se sabe exatamente as causas do Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade, porém testes genéticos mostram que há uma relação hereditária como fator de risco.

Alguns outros fatores podem estar associados como:

  • Uso de álcool e cigarro pela mãe durante a gestação
  • Exposição a chumbo e seus derivados durante o início da gravidez
  • Parto prematuro é um fator fortemente associado
  • Baixo peso do bebê ao nascimento.

Há entretanto alguns fatores associados à predisposição que são considerados lendários e obviamente não comprovados como causa, tais como assistir muita televisão na gestação, ingestão de muito açúcar, lar tumultuado ou fatores sociais e econômicos.

Tratamento

Sem dúvida alguma, após o diagnóstico preciso, o tratamento com terapia comportamental associado à medicação. Orientação e aconselhamento e treinamento dos pais para lidar com a situação é sempre a primeira medida, antes mesmo da introdução de medicações. A família deve ser acompanhada por um ou mais profissionais habilitados, que devem perceber alterações na criança ou não durante o tratamento e com isso instituir medidas necessárias.

Mantendo-se saudável

Sem dúvida alguma para a pessoa portadora de TDAH é importante ter hábitos de vida saudáveis:

  • Alimentação saudável rica em vitaminas e nutrientes, como frutas e verduras.
  • Esporte e exercícios físicos diariamente, obedecendo as indicações dependendo da idade.
  • Diminuir o tempo de exposição aos eletrônicos como televisão, celulares e tablets. Deve-se dar preferência aos brinquedos, jogos e livros criativos e inteligentes.
  • Sono. Dormir em horários regulares e em quantidade adequada para o pleno descanso da criança.

Sempre há muitas formas de abordar, tratar e conviver com crianças e adultos com TDAH, mas sempre deve haver orientação de profissionais qualificados e preferencialmente que trabalhem em equipe multi-disciplinar, para serem alcançados os melhores resultados.

Autoria: Copyright © – Big Cérebro Brinquedos Educativos – https://www.bigcerebro.com.br 

“A Big Cérebro também adora que o conhecimento seja compartilhado, porém é obrigatório que a fonte, protegida por direitos autorais, seja citada”

Referências para este artigo:

Big Cérebro

Brinquedos educativos, jogos pedagógicos e livros infantis você encontra em nossa loja online! Aqui você encontra dicas, informações e artigos científicos sobre tudo que envolve o cérebro e a inteligência, para o auxílio de todas pessoas! Acesse: www.bigcerebro.com.br :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *